segunda-feira, 18 de maio de 2009

Suave idade


Meu Deus é generoso
Derrama-se como mel em bocas aflitas
e me dá de beber em Sua taça
“Prova, filha, meu açúcar intenso,
sature-se em meu infinito amor
Sou brisa fresca em teu rosto,
relva macia sob teus pés,
água pura da fonte para tua sede,
melodia harmoniosa em teus ouvidos.
Existo em ti e para ti
como a água existe para o peixe
como a terra existe para o milagre da semente.
Permita que tua luz se revele,
pois em Meu Reino sempre foste uma estrela.”

Um comentário:

  1. existo em ti...e para ti...!!!belo!...e para ti...

    "Ima phuyun jaqay phuyu."

    ResponderExcluir